PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

5 conselhos para você escolher o vibrador dos sonhos

Universa

26/01/2020 04h00

Photo by Malvestida Magazine on Unsplash

Sexo acompanhado é uma delícia, mas sozinha pode ser até melhor! Taí uma garantia de que você vai gozar, afinal infelizmente apenas 36% das mulheres (heterossexuais) têm orgasmo durante o sexo.

A masturbação pode e deve ser sua ferramenta de descobrimento de prazeres e sensações no próprio corpo. Para potencializar isso, além de dedos maravilhosos temos um mercado gigantesco, crescente e vibrante de: vibradores! E brinquedos e acessórios que vão te guiar a orgasmos incríveis.

Veja também

Com tanta oferta, escolher um vibrador nos dias de hoje não é tarefa fácil. Mas não se preocupe! Separei algumas dicas importantes para que você encontre o seu companheiro dos sonhos. Bora lá:

1. Qual tipo de estímulo você quer?

Longe de serem aparelhos apenas para penetração, os vibradores são criados e pensados para exercer diversas funções. Existem os que estimulam o clítoris e penetram a vagina, outros com sucção do clítoris e focados apenas na área externa, alguns à prova d'água, estímulo anal, estímulo múltiplo para pênis e vagina, controle remoto, etc. Ufa! São muitas opções, portanto, primeiro decida qual seu o objetivo para depois mergulhar na infinidade de opções disponíveis no mercado.

2. Tamanho pode não ser documento

O tamanho do vibrador é outro ponto importante, pois também tem a ver com seu objetivo. Você quer algo mais simples para carregar na bolsa e viajar? Mais discreto? Ou quer algo de tamanho médio a grande, cheio de funcionalidades?

Tome cuidado com os grandes demais e que prometem mil coisas, pois podem custar caro e não entregar tudo o que prometem (é o que chamamos de: a arte imitando a vida). Recomendo que comece com os mais simples e siga avançando. Existem, inclusive, aparelhos com 10 ou 20 vibrações diferentes para você experimentar. É um mundo cheio de descobertas.

3. Tome muito cuidado com o material

O tipo do material que o vibrador é feito é muito importante, afinal pode causar efeitos desagradáveis. A regra é procurar por materiais seguros para o corpo humano, hipoalergênicos e higiênicos. O mais comum é o silicone, que permite uma limpeza fácil e rápida, além de ser macio e seguro para a vagina e clítoris.

Caso escolha o silicone, sempre utilize lubrificante à base de água. Outros tipos podem danificar seu produto.

Outro material muito comum é o plástico ABS, também seguro para a pele humana, mas não tão macio quanto o silicone. Costuma ser mais barato, então pode ser a sua escolha num primeiro momento.

Metal cirúrgico, prata e ouro também são materiais utilizados, mas muito mais caros.

4. Tome cuidado com a textura

Além dos tamanhos e o tipo de material, a textura do vibrador merece a sua atenção. A maioria é lisa para provocar menos atrito ou possibilidade de irritação, mas já existem produtos com texturas pensadas para causar novas sensações e prazeres, inclusive simulando a pele humana. Use e abuse desse recurso.

5. Quanto você quer gastar?

Essa é uma decisão importante, pois são muitas opções disponíveis com uma igualmente enorme variedade de preços. Os modelos "varinha mágica" e "coelhinho" costumam ser mais caros do que os bullets, por exemplo. Saber quanto você quer e pode gastar vai te ajudar a filtrar melhor as opções.

Por fim, dica prática, direta e reta de quem já se aventurou bastante pelo universo dos vibradores: se você está iniciando, procure mesmo um bullet. E se estiver pensando em presentear alguém, um bullet também costuma ser a melhor opção. É barato, não é tão "agressivo" em termos de vibração, é discreto e cumpre o que promete. A partir do uso dele fica mais fácil saber como você quer que o seu Pokemon que vibra evolua!

Então é isso! Não importa o modelo, tamanho ou material que você escolher, vibradores são uma excelente maneira de te dar prazer e também gerar prazer num parceiro ou parceira. Existem várias opções que podem ser usadas durante o sexo, inclusive. Prazer é o que não vai faltar.

E você, já usa algum vibrador? O que pensa sobre o assunto? Deixa aqui no comentários a sua experiência.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Mayumi Sato é meio de exatas, meio de humanas. Pesquisadora e diretora de marketing do Sexlog quer ressignificar a relação das pessoas com o sexo e, para isso, acredita que é preciso colocar a mão na massa, o que inclui decodificar o comportamento humano. Ao longo dos anos, estudando e trabalhando com o mercado adulto, passou a fazer parte de uma rede de mulheres interessadas e ativistas no assunto, por isso sabe que não está – não estamos – só. Idealizadora do cínicas (www.cinicas.com.br) e feminista sex-positive.

Sobre o blog

Dados e pesquisas sobre sexo e o comportamento dos brasileiros entre quatro paredes. Muita informação, tendências, dados – e experiências próprias! - sobre o assunto. Um espaço para desafiar tabus e moralismos em torno do sexo.

Mayumi Sato