PUBLICIDADE

Topo

Quero fazer sexo anal, e agora? Dicas para mulheres que querem se aventurar

Universa

15/12/2019 04h00

Photo by Tim Gouw from Pexels

Okay, mulheres, hora de papo sério. Se passou pela sua cabeça que talvez seja a hora de se aventurar pelo mundo do anal, estou aqui para te dar cinco dicas valiosas para tornar essa experiência muito prazerosa.

Sexo anal exige alguns cuidados muito específicos, tanto para quem é introduzido quanto quem introduz, então ignorância e preconceito precisam passar longe.

Veja também

Confira as dicas:

1. A chuca (a famosa ducha ou enema) é uma opção, não uma obrigação!

Sexo anal envolve uma região biologicamente não preparada para penetração. Portanto, se o seu maior medo é de acontecer algum acidente (também conhecido como "passar cheque"), é possível realizar uma limpezinha mais profunda da área antes. Dá para comprar duchas de silicone em sex shops, usar o chuveirinho ou comprar na farmácia um líquido próprio para realizar enema, o nome técnico dado a essa limpeza. Isso vai ajudar tanto na questão de higiene quanto no conforto na hora da penetração.

2. Beijo grego e dedos são fundamentais!

Peça a seu parceiro que, primeiro, faça beijo grego em você. Isso vai ajudar a relaxar a musculatura do ânus e não causar dor. Inserir um ou dois dedos, devagar e com gel lubrificante, também ajuda. Lembre que é uma região que precisa estar relaxada para que você sinta prazer. Portanto, preliminares são obrigatórias

3. Use muuuuuuito gel!

O ânus, ao contrário da vagina, não possui lubrificação própria e você vai precisar usar bastante gel lubrificante. Saliva não é uma boa opção, então busque por lubrificantes à base de água ou silicone, que mantém melhor a lubrificação. Aqui vale a regra do mais nunca é demais.

4. Respeite o seu tempo

Converse com seu parceiro para que ele entenda que na hora de penetrar é preciso ir com calma, aos poucos. É possível que você sinta uma leve dor, mas que logo passa. Na primeira vez, nada de movimentos bruscos ou intensos demais. Vá aos poucos para entender os seus limites e focos de prazer.

5. Deixa de nojinho!

A última dica é polêmica, mas importante. Pode ser que você suje o pênis do seu parceiro com fezes ou algum tipo de resíduo do intestino. Isso é absurdamente comum e é preciso desencanar (mesmo com a ducha da dica 1, ninguém está 100% livre disso). Caso aconteça, não sofra, tome um banho e tente novamente em outro momento.

Gostou?! Experimente seguir essas dicas e volte para contar sua experiência. Já experimentou e tem uma dica que não está aqui? Deixa o seu comentário abaixo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Mayumi Sato é meio de exatas, meio de humanas. Pesquisadora e diretora de marketing do Sexlog quer ressignificar a relação das pessoas com o sexo e, para isso, acredita que é preciso colocar a mão na massa, o que inclui decodificar o comportamento humano. Ao longo dos anos, estudando e trabalhando com o mercado adulto, passou a fazer parte de uma rede de mulheres interessadas e ativistas no assunto, por isso sabe que não está – não estamos – só. Idealizadora do cínicas (www.cinicas.com.br) e feminista sex-positive.

Sobre o blog

Dados e pesquisas sobre sexo e o comportamento dos brasileiros entre quatro paredes. Muita informação, tendências, dados – e experiências próprias! - sobre o assunto. Um espaço para desafiar tabus e moralismos em torno do sexo.

Mayumi Sato