Topo
Mayumi Sato

Mayumi Sato

Categorias

Histórico

Vai um sexo a três aí?

Universa

2014-07-20T19:04:44

14/07/2019 04h44

Photo by Angelo Pantazis on Unsplash

O ménage à trois, ou o famoso sexo a três, ainda é cercado de tabu ainda que, aparentemente, seja uma das fantasias mais populares ao redor do mundo.

Uma pesquisa recente do Kinsey Institute apontou o ménage como a fantasia favorita de 89% dos entrevistados. Outra pesquisa, feita em 2014 na Universidade de Quebec, mostrou que 84% dos homens heterossexuais entrevistados têm vontade de experimentar sexo a três com mais de uma mulher.

Veja também:

Num terceiro estudo, publicado pelo Journal of Positive Sexuality, a maioria dos entrevistados experimentou sexo a três por pura curiosidade. 

Já aqui no Brasil, no Dia dos Namorados deste ano, fizemos uma pesquisa no Sexlog e descobrimos que 34%, dos 2.443 usuários respondentes, gostariam de comemorar a data com um ménage à trois. Além disso, 25% também têm vontade de experimentar o swing, a famosa troca de casais.

Todos esses dados apontam não para um comportamento geral, mas um desejo de algumas pessoas casadas e solteiras de viver novas experiências sexuais e ampliar as possibilidades de prazer. Já existem, por exemplo, aplicativos como o Ysos, um Tinder para sexo a três, que facilitam o encontro de pessoas interessadas na prática. 

Embora muita gente acredite que o sexo a três pode separar casais, a prática tem feito com que várias relações fiquem ainda mais fortes e verdadeiras. (Alguns) casais que se divertem juntos permanecem juntos. 

E você, tem vontade de experimentar ou já experimentou sexo a três? Comenta aqui embaixo o que acha do assunto. 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Mayumi Sato é meio de exatas, meio de humanas. Pesquisadora e diretora de marketing do Sexlog quer ressignificar a relação das pessoas com o sexo e, para isso, acredita que é preciso colocar a mão na massa, o que inclui decodificar o comportamento humano. Ao longo dos anos, estudando e trabalhando com o mercado adulto, passou a fazer parte de uma rede de mulheres interessadas e ativistas no assunto, por isso sabe que não está – não estamos – só. Idealizadora do cínicas (www.cinicas.com.br) e feminista sex-positive.

Sobre o blog

Dados e pesquisas sobre sexo e o comportamento dos brasileiros entre quatro paredes. Muita informação, tendências, dados – e experiências próprias! - sobre o assunto. Um espaço para desafiar tabus e moralismos em torno do sexo.